DEZ PASSOS SIMPLES QUE VOCÊ PODE ADOTAR PARA MELHORAR A SEGURANÇA

A segurança é tão importante para o sucesso da empresa como a produtividade e a qualidade — de fato, um estudo* recente confirma que existe uma relação entre segurança e o reprocessamento. Um gerente de projetos que participou no estudo afirmou:

“Acredito firmemente que existe uma relação direta entre o reprocessamento e a segurança. Há quatro anos, [nós] começamos a analisar as causas que estavam na origem dos acidentes registrados [na nossa empresa]. Descobrimos que mais de 60% de todos os acidentes ocorriam na execução do reprocessamento. Ao longo dos últimos quatro anos melhoramos a qualidade dos nossos projetos, obtendo uma redução correspondente nos acidentes registrados.”

Existem vários benefícios na construção de uma cultura de segurança. Alguns são óbvios — redução de acidentes, reduzindo o risco de ações judiciais ou minimizando os custos da não conformidade. Mas a melhoria das questões de segurança poderá trazer outras vantagens, tais como, uma melhor reputação da empresa, um diferenciador acrescentado no processo de licitação ou mesmo uma vantagem no recrutamento e fidelidade dos colaboradores.

E a construção de uma cultura de segurança não precisa ser complicada ou dispendiosa. Consulte os itens a seguir para iniciar esta jornada:

  1. ESTEJA EMPENHADO COM A SEGURANÇA

    A maior parte da literatura sobre a desenvolvimento da cultura de segurança refere-se ao valor da liderança pelo exemplo. Casos de estudo demonstram que os trabalhadores respondem de maneira mais positiva à liderança pelo exemplo do que à liderança diretiva. Crie um plano que funcione na sua organização e envolva os colaboradores em todos os níveis para ajudá-lo. Sempre que possível, publique lembretes sobre esse compromisso — fotos, posters, mensagens de texto, etc.
  2. RECONHEÇA AS BOAS IDÉIAS E RESULTADOS

    Procure continuamente idéias, projetos e resultados que reflitam o que está tentando alcançar. Uma cultura forte de segurança não será construída em um dia, mas cada ganho incremental irá acelerar o processo e o reconhecimento irá aumentar o empenho.
  3. CRIE EQUIPES DE SEGURANÇA

    O objetivo é identificar os “responsáveis” pelo aperfeiçoamento da segurança na sua empresa. As equipes devem incluir todos os níveis dos seus colaboradores e representar as diferentes funções da empresa. Devem estabelecer reuniões regulares para discussão do desempenho da segurança e ações para aperfeiçoamento.
  4. INCLUA A SEGURANÇA NO SEU PRÉ-PLANEJAMENTO

    A maioria dos gerentes de projetos concorda que um pré-planejamento completo melhora a produtividade, qualidade e segurança. Idealmente, o pré-planejamento inclui o âmbito do trabalho, nomes, funções e responsabilidades da equipe principal. Os perigos mais comuns e os procedimentos de segurança devem ser revisados.
  5. GARANTA A REALIZAÇÃO DE TREINAMENTOS DE SEGURANÇA

    Quer seja um programa de treinamento formal ou uma revisão dos items de segurança mais importantes no início do turno, analise e documente a revisão.
  6. CRIE UM PLANO DE GESTÃO PARA QUEDAS PORMENORIZADO

    O seu plano de gestão para quedas deverá estar em vigor antes do início dos trabalhos. O plano deve mencionar onde existe o risco de quedas, perigos associados às tarefas e as medidas de controle implementadas que possam reduzir a exposição a quedas.
  7. CONHEÇA OS SEUS SUBEMPREITEIROS

    Se contratar subempreiteiros, certifique-se que eles cumpram com as suas expectativas em relação ao desempenho de segurança antes de os contratar. Poderá solicitar as suas taxas de incidência registradas, de tempos perdidos e procedimentos de segurança em geral.
  8. DESCUBRA A CAUSA DA ORIGEM DOS ACIDENTES

    Quando ocorrem acidentes ou situações próximas a um acidentes, utilize a(s) sua(s) equipe(s) de segurança para analisar a causa e tomar medidas para os eliminar. O incidente, causa e correções devem ser comunicados a todos os colaboradores.
  9. ABORDE CLARAMENTE O ABUSO DE SUBSTÂNCIAS

    Infelizmente, o abuso de substâncias ilícitas é uma questão que não é abordada com frequência, porque assumimos que todos conhecemos os seus riscos e consequências. O abuso destas substâncias deve ser claramente definido. A revisão periódica sobre como serão geridas as situações de abuso, com todos os colaboradores, poderá criar um ambiente que encoraje a comunicação.
  10. OTIMIZE A SEGURANÇA EM CADA UMA DAS FASES DE UM PROJETO

    Durante o desenvolvimento de um trabalho, é boa prática rever o desempenho da segurança. Muitas empresas publicam estatísticas de segurança no canteiro de obras para chamar a atenção de todos os colaboradores e ajudar a evitar incidentes no futuro.

*Relationship between Construction Safety and Quality Performance, Wanberg, John; Harper, Christofer; Hallowell, Matthew R.; Rajendran, Sathyanarayanan.