CINCO SUGESTÕES PARA VOCÊ ESCOLHER A MÁQUINA MAIS EFICIENTE

Você pode pesquisar na internet, falar com outros empresários ou visitar uma feira com os mais recentes lançamentos... mas mesmo assim, poderá ser difícil escolher qual a melhor máquina para a sua atividade. A seguir estão algumas sugestões para ajudar a tornar o seu processo de tomada de decisão mais eficiente.

Obtenha a máquina com o tamanho certo para a sua atividade.

Devido ao fato dos fabricantes continuarem oferecendo mais opções que se adaptam com precisão aos requisitos da aplicação, é muito importante definir as necessidades da sua aplicação habitual, particularmente no que se refere ao tamanho da máquina. Por exemplo, se a sua empresa estiver em via de expansão, as máquinas de maior porte irão precisar de reboques e caminhões maiores para o transporte e poderão ser necessárias mais licenças, além dos custos operacionais que poderão ter impacto na sua margem.

Para obter um retorno mais rápido do investimento, você precisa utilizá-las mais vezes. Avalie os seus requisitos de produção—com precisão. Por outro lado, o tamanho irá definir a sua potência, capacidade de escavar e força de desobstrução, por isso, comprar uma máquina muito pequena poderá limitar a sua capacidade de crescimento.

Analise cuidadosamente as opções disponíveis.

Por exemplo, se você estiver comparando escavadeiras, quais são os acessórios que cada uma pode manusear? As escavadeiras podem aumentar a produtividade de qualquer projeto em altura ou trabalhos subterrâneos, escavação, compactação, enchimento de valas, quebra de cimento e escavar buracos para postes com o acessório certo. A chave para a versatilidade é garantir que o fluxo hidráulico da máquina está adaptado ao acessório e que é fácil para os operadores fazer a substituição e operação do acessório. Se você participar de uma demonstração com a máquina, verifique se é feita a demonstração da substituição das ferramentas e confirme como estão configurados os componentes hidráulicos da mesma.

As demonstrações também são uma excelente oportunidade para testar novas tecnologias. Se você estiver interessado(a) em sistemas de medição de controle de qualidade ou de carga útil, peça para vê-los em ação.

Confirme se  a “facilidade de manutenção” é mesmo fácil.

Compreender o que é necessário para fazer a manutenção de rotina é importante porque você e/ou os seus operadores irão passar muito tempo lubrificando as uniões, substituindo os filtros e verificando os fluídos durante toda a vida útil da máquina. Verifique se os pontos de manutenção simplificados são fáceis de acessar. Em última análise, isto irá ajudar a reduzir os tempos de inatividade.

Obtenha os fatos em relação ao custo total de propriedade.

É importante ter uma ideia clara do custo total de propriedade. O preço de compra é o aspecto base, mas cada revendedor e fabricante possui diferentes incentivos e programas destinados a eliminar o mais possível essa variação nos custos de propriedade do equipamento. Isto poderá incluir garantias ou contratos de assistência do revendedor que lhe permitem manter os custos fixos durante um determinado período de tempo. As subscrições telemáticas também podem ser acrescentadas a estes programas para lhe disponibilizar uma outra ferramenta para ajudar a manter os custos do equipamento reduzidos, monitorar a produtividade do equipamento e fornecer uma melhor compreensão geral da condição do mesmo.

Não subestime o valor do apoio do revendedor.

Caso você não tenha um revendedor "a quem se dirigir" explore as suas opções. Fale com os seus clientes. O apoio do fabricante original e do revendedor, na realidade, deve se sobrepor ao preço na sua decisão de compra quando considerado no valor de revenda, disponibilidade de peças, confiabilidade, experiência técnica, opções de serviço e reparação.  Um pouco mais de dinheiro investido no momento da compra é mínimo quando comparado com o custo de alugar uma máquina enquanto a sua está avariada e aguardando as peças.

APRENDER MAIS